Revista Perseu Especial Cinquentenário do Golpe

13/mar/2014

Apresentação

Esta edição especial de PERSEU: História, Memória e Política é motivada pelo cinquentenário do golpe civil-militar de 1964, quando, mais uma vez na história do Brasil, foi instaurado um regime autoritário. A ditadura militar, estabelecida com apoio internacional e das elites políticas e econômicas nacionais, se estendeu por 21 anos, redefinindo a cultura política do país. Atualmente, estão em curso uma série de iniciativas de releitura do período, tanto por parte da sociedade civil como do Estado, destacando, neste ínterim, a criação das Comissões da Verdade, a abertura e ampliação de acesso aos arquivos do período, a realização de seminários e eventos sobre o tema, o debate sobre a desmilitarização da polícia, entre outras ações. Este esforço coletivo indica que ainda é necessária a luta pela construção da democracia em nosso país, e que ela envolve a disputa pela narrativa desta história. PERSEU, como veículo de difusão de estudos sobre a história da esquerda e das lutas dos trabalhadores, vem, portanto, somar-se a tais esforços.

Dado o caráter excepcional desta edição, optamos por voltar todas as nossas seções para o tema. Apresentamos um Dossiê de artigos, composto por autores convidados, organizado a partir de um recorte bastante específico, a resistência imediata ao golpe. O primeiro artigo analisa a trajetória do Almirante Aragão, oficial fuzileiro da Marinha, que se manteve contra o golpe, tendo se exilado no Uruguai a partir de 1966, onde articulou uma das iniciativas de resistência armada à ditadura. O segundo artigo aborda a complexidade das relações de gênero e classe, a partir do estudo das organizações de mulheres em Pernambuco, que atuaram tanto no apoio quanto na resistência ao golpe. O terceiro artigo, por fim, discorre sobre dois grupos oposicionistas, um liderado por políticos profissionais e outro por militares, que tentaram organizar, sem sucesso, uma iniciativa de Contragolpe e, posteriormente, articular os oposicionistas em uma Frente Ampla contra o governo militar. Os três artigos evidenciam, sob variadas perspectivas, a instabilidade do regime instituído em 1964, as dissensões no interior das forças armadas, os projetos políticos em disputa e o debate na sociedade civil.

A seção Memórias, criada especialmente para esta edição, reúne dois depoimentos, escritos por ex-presos políticos que possuem atualmente destacada produção bibliográfica sobre suas experiências naquele contexto. A oportunidade de publicar testemunhos, cedidos para esta edição pelos próprios autores, nos alerta também para a proximidade temporal deste período histórico. Publicá-los, portanto, é parte do necessário esforço de seguir contrapondo o discurso dos que, partidários do regime instaurado em 1964, também seguem ativos e acreditando nos mesmos ideais que levaram ao golpe há 50 anos. A defesa da ordem social justificou o autoritarismo e as violações dos direitos humanos que se seguiram nos 21 anos subsequentes ao golpe e que, é forçoso mencionar, seguem até o presente sob a mesma justificativa, atingindo especialmente a classe trabalhadora.

A revista traz ainda mais três seções. O Caderno de documentos e a seção Repertórios são dedicados, nesta edição, aos documentos produzidos, no contexto de vigilância e repressão, pela polícia política paulista sobre as atividades do nascente Partido dos Trabalhadores, disponíveis no Arquivo Público do Estado de São Paulo. Estas duas seções têm como objetivo incentivar e facilitar o acesso a tal documentação, que foi gentilmente reproduzida pela equipe do referido arquivo, e agora está incorporada ao acervo do Centro Sérgio Buarque de Holanda em suporte digital. Por fim, também a seção Resenhas restringiu-se a obras relativas à ditadura no Brasil, em conformidade com o tema desta publicação.
Esperamos, com esta edição especial de PERSEU, contribuir com a leitura crítica deste trágico período da nossa história, tarefa fundamental para a consolidação da democracia no presente. Boa leitura.

Centro Sérgio Buarque de Holanda
Março de 2014

Sumário

Artigos
Almirante Aragão: Do Golpe de 1964 ao exílio no Uruguai
Anderson da Silva Almeida

Resistência da memória e memórias femininas do Golpe (1º de Abril, no Recife, 1964)
Andréa Bandeira

Governo Castelo Branco, Contragolpe e Frente Ampla nas Memórias de Militares e Civis (Brasil: 1964-68)
Célia Costa Cardoso

Memórias
Ditadura: cerco, prisões, torturas e mortes na Bahia
Emiliano José

A vida passada a limpo
Hamilton Pereira (Pedro Tierra)

Caderno de Documentos
A vigilância sobre o PT na ditadura: relatórios do DEOPS/SP
Luana Soncini, Rodrigo Cesar, Vanessa Xavier Nadott (org.)

Repertórios
O PT sob as lentes do DEOPS/SP: Catálogo seletivo da série Dossiês (1977-1983)
Sarkis Alves, Fábio Dantas Rocha, Aline Fernanda Maciel, Carlos Henrique Menegozzo

Resenhas
Desarquivando a Ditadura: Memória e justiça no Brasil. São Paulo: Editora Hucitec, v.1-v.2, 2009, de C. MacDowell Santos; Edson Teles; Janaína de Almeida Teles (orgs.)
Caio Fernandes Barbosa

Cidadão Boilesen (Documentário). Brasil, 2009, 92 minutos. Chaim Litewski
Flávia Santana

Produtos: 

PUBLICAÇÃO

Notas FPA Política Social 323

No primeiro trimestre de 2016, condições do mercado de trabalho permaneceram em deterioração: taxa de desemprego alcançou 11,2%

24/jun/2016
PUBLICAÇÃO

Notas FPA Internacional 49

Consumação do golpe se reflete na adoção de medidas que caminham na contramão do projeto escolhido nas urnas em 2014

24/jun/2016
PUBLICAÇÃO

Notas FPA Conjuntura Econômica 379

Inflação do primeiro semestre que atinge 4,62% é bem inferior aos 6,28% do mesmo período de 2015

23/jun/2016
Formação

Curso de especialização teve aula de encerramento em Santo André

Realizado em parceria com a Fundação Santo André (FSA), curso teve duração de 12 meses e, ao final, 128 alunos concluíram seus trabalhos

22/jun/2016
FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - 04117-091 - Vila Mariana - São Paulo - SP
(11) 5571-4299 - imprensa@fpabramo.org.br