Notas FPA - Política Social 382

4/jan/2017
Ano 4 - nº 382 - 04 de janeiro de 2017

PEC 55 e saúde pública

Último número de 2016 da Revista Cadernos de Saúde Pública traz uma análise sobre “austeridade fiscal, direitos e saúde”. Os artigos tratam, em especial, dos efeitos da PEC 55 na saúde. A edição aponta, em seu editorial, que o ano de 2016 marcará por anos a atuação de intelectuais e militantes da Saúde Coletiva que dedicam suas vidas à ciência e à construção de alternativas para melhoria das condições de vida e saúde da população.

Em artigo da edição, Élida Graziane Pinto aponta que com a PEC 55 o que está em jogo é a Constituição de 1988 em seu núcleo de identidade e imutabilidade: nenhuma proposta de reforma constitucional pode pretender substituir a própria Constituição, a última fronteira que assegura a sobrevivência do Estado Democrático de Direito, tal como a sociedade brasileira o inaugurou em 1988.

Ester Dweck e Pedro Rossi apontam em linhas gerais que a PEC 55 não vai trazer crescimento econômico e vai reduzir substancialmente os gastos com saúde e educação: a reforma fiscal proposta pelo governo não é um plano de estabilização fiscal, mas um projeto de redução drástica do tamanho do Estado. Dessa forma, a PEC 55 torna impossível qualquer melhora na saúde e educação públicas no Brasil e abre espaço para seu sucateamento e eliminação de seu caráter universal.

O artigo de Ligia Bahia, Mario Scheffer, Mario Dal Poz e Claudia Travassos discute que a proposta de expansão de planos de saúde “acessíveis”, “populares” ou “baratos”, apresentada pelo Ministro da Saúde, Ricardo Barros, tem o mesmo traço de redução de direitos sociais expresso em outras medidas do atual governo, como a PEC 55, que contribuirá para o aprofundamento das desigualdades no acesso à saúde no Brasil.

Já o texto de Áquilas Mendes propõe que, em substituição à PEC 55, seria necessária uma reforma tributária com impostos progressivos, com destinação vinculada à Seguridade Social.

Para saber mais:

Caderno Saúde Pública vol. 32 nº 12 Rio de Janeiro 2016
leia mais

 
* As opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade de sua autora,
não representando necessariamente a visão da FPA ou de seus dirigentes.
 

AGENDA DO GOLPE

Governo manobra e aprova urgência para Reforma Trabalhista

Urgẽncia veta pedidos de vistas, dificulta a discussão e encurta em dois dias o período para a apresentação de novas emendas ao projeto

20/abr/2017
PESQUISA

Artigo de Jessé de Souza e William Nozaki: “O Brazil não conhece o Brasil”

Leia a íntegra do artigo que analisa a pesquisa "Percepções e valores políticos nas periferias de São Paulo”

20/abr/2017
CINEMA

A luta por moradia nas telas

Era o Hotel Cambridge aborda as tensões dos que lutam por moradia pela narrativa dos que habitam uma ocupação de São Paulo

20/abr/2017
DESIGUALDADE

Brasil batendo recorde de desigualdade de gênero

Apenas 10,8% das cadeiras legislativas foram ocupadas por mulheres; inferior à média mundial e da América Latina

20/abr/2017
FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - 04117-091 - Vila Mariana - São Paulo - SP
(11) 5571-4299 - imprensa@fpabramo.org.br